Mulher trabalhando em casa é uma mulher cansada?

Hoje vim relatar sobre como me sinto durante a pandemia sendo uma mulher trabalhando em casa!

Logo quando começou a pandemia, tudo ficou meio confuso. Organizar minhas tarefas em casa junto com o trabalho home office  me fez uma mulher cansada, muitas vezes me sentia exausta!

Mas com o tempo (muuuito tempo até agora) consegui muitas conquistas! E cheguei até a me questionar porque não fiz isso antes?!

Primeiramente vou falar da situação que eu me encontrava antes de me organizar e delegar funções para as outras pessoas que vivem comigo…

No início da pandemia

Eu me peguei quase enlouquecendo tentando dar conta do trabalho home office com as outras funções:

  • cuidar das roupas;
  • manter a casa limpa e organizada;
  • cuidar dos pets;
  • entreter as crianças;
  • e cuidar da sanidade mental em meio a tudo isso…

O Guia de Sobrevivência ao COVID-19 saúde . dinheiro . sanidade com eco-cidadania. Me ajudou bastante, é um guia simples, com dicas práticas para enfrentar grandes desafios.

Percebi que o meu parceiro estava na mesma situação que eu, trabalhando em casa, só que com muito menos tarefas relacionadas a casa do que eu!

A primeira solução foi com as roupas, decidi que ele ficaria responsável por cuidar da própria roupa e da filha (minha enteada).

Eu ainda continuaria com as roupas de cama, mesa e banho. Mas o alívio foi imediato!

Confesso que muitas vezes me senti tentada a querer colocar as roupas deles para lavar quando via o cesto cheio, transbordando.

Mas me segurei e respeitei o tempo dele para fazer as próprias tarefas, foi um desafio pessoal… Deu super certo! E tirou um peso das minhas costas, foi aí que pensei:

“Como não fiz isso antes?!”

Então, percebi que por mais que alguma tarefa seja simples e fácil de fazer, ela leva tempo. E se quem está junto com a gente pode executá-la, melhor para todos!

Mulher trabalhando em casa na pandemia com crianças

Apesar disso, o tempo foi passando e eu percebi que mais coisas poderiam melhorar. Foi quando comecei a cobrar mais das crianças que participassem de pequenas tarefas.

Por exemplo:

  • levar o prato na pia depois de comer;
  • colocar a roupa suja no cesto ao invés de jogar em qualquer canto;
  • regar as plantas;
  • colocar as cascas de frutas e legumes na composteira…

Assim eles também participaram ativamente das mudanças na casa junto com a gente.

E foi ótimo porque, dessa forma, eles se mantiveram mais ativos e começaram a gostar de participar das tarefas de casa.

Do mesmo modo que eu começava a me sentir uma mulher trabalhando em casa, menos cansada!

Outra solução que encontrei para acalmar os ânimos dos pequenos, foi utilizar a aromaterapia.

Eu amo usar os óleos essenciais, mas sempre utilizava em mim ou quando aplicava nas terapias…

Foi aí que decidi investir num aromatizador elétrico para ambientes, porque até então eu só tinha o colar aromático ou os aromatizadores para ambientes em spray.

O resultado foi ótimo, porque logo quando percebia que os nervos das crianças estavam ficando mais alterados, corria para colocar o óleo essencial de lavanda no aromatizador elétrico.

Depois de um tempo era visível como eles estavam mais calmos.

Usei outros óleos também quando sentia que a necessidade era diferente como, por exemplo, o óleo essencial de laranja doce para trazer um pouco mais de ânimo na hora deles fazerem as tarefas da escola.

clique aqui e compre produtos para o bem-estar

Mulher cansada e o trabalho home office

Ainda assim, muitas vezes me sentia uma mulher cansada depois de longas horas de trabalho home office.

Foi aí que percebi que devia reforçar meus autocuidados, sou apaixonada pela automassagem, procuro praticar pelo menos 2x por semana.

Essa automassagem facial que a Janine ensina, é ótima para quando estamos exaustas, sem energia mesmo, que eu costumo fazer também:

.

Para fazer uma automassagem corporal e facial completa é preciso ter energia e disposição.

Então quando eu me sinto exausta, essa não é uma opção!

Foi aí que decidi fazer outra aquisição, comprei uma bolsa térmica!

Gente, é sério! Que maravilha é sentir o calor aliviando e tirando todas as tensões do trapézio e do pescoço quando coloco a bolsa térmica…

Daí fui aprimorando e comecei a passar o óleo essencial de wintergreen (dissolvido) no pescoço e ombro antes de colocar a bolsa térmica.

A primeira vez que fiz isso, foi uma explosão sensorial e olfativa. O cheirinho do óleo de wintergreen junto com o calor da bolsa me levaram bem longe…

Parecia que o meu corpo ia levitar de tanto que me senti relaxada.

Depois disso, foram raras as vezes que acordei com o pescoço duro (por que antes era bem comum) devido ter ficado tantas horas na frente do laptop digitando no dia anterior…

Dicas para trabalhar de casa e não ficar exausta

Nesse meio tempo, fui descobrindo que uma mulher trabalhando em casa precisa dedicar um tempo de qualidade pra si mesma. Reflete em toda harmonia da casa.

Porque antes eu me pegava que nem uma louca, tentando dar conta de tudo sozinha, sem tempo para me cuidar e ficava mal humorada, claro!

Atualmente ainda encontro desafios, só que consigo lidar melhor com eles porque não me sinto mais uma mulher cansada como no começo da pandemia. 

Aqui vão algumas dicas para trabalhar de casa e não ficar exausta que funcionaram pra mim:

  • Delegue funções pra quem mora junto de ti, pode ser bem difícil no início, mas depois é libertador!
  • Inclua as crianças nas tarefas do dia-a-dia, faz bem pra elas se sentirem úteis (depois que passa a fase da reclamação) e elas crescem sabendo como é importante participar do coletivo;
  • Tire mais tempo de qualidade para se cuidar, no começo pode parecer egoísta, mas logo vai perceber que tudo vai melhorar pra todos que vivem contigo se estiver em equilíbrio;
  • Lembre-se de que não precisa ser perfeita, seja apenas você, com tuas qualidades e limitações.

Clique e compre óleo essencial agora, Loja Caule.

Qualidade de vida para a mulher trabalhando em casa

Tem outras atividades que faço diariamente que ajudam muito como limpar a língua de manhã ao acordar com o raspador de língua de cobre em jejum e, logo após bebo água morna para preparar meu corpo antes de me alimentar.

Olha o vídeo que a Janine fez explicando sobre os raspadores:

Essas práticas fazem parte da Dinacharya (rotina diária) da medicina Ayurvédica para a prevenção da saúde.

Elas são simples de fazer e garantem que o nosso organismo funcione melhor e elimine as toxinas acumuladas.

Pratico yoga de manhã quando tenho mais tempo, a sequência de posturas do Suryanamaskar (saudação ao sol). É perfeita para alongar, fortalecer e oxigenar o copo.

Ou faço alongamentos simples quando tenho menos tempo. Assim preparo meu corpo para ficar horas sentadas na frente do computador. 

Tenho conseguido tirar alguns minutinhos de leitura todas as noites. O que parecia impossível antes da pandemia por falta de tempo… 

Aproveito o momento da leitura quando estou com sensação de peso nas pernas e faço um escalda pés.

Esse é um dos momentos que me ajudam a ficar bem relaxada e soltar todas as tensões que acumulei durante o dia. Ele é bem simples de fazer e traz uma respostar imediata de bem-estar.

Se quiser preparar um escalda pés aí na tua casa, essa receitinha é bem fácil de fazer:

Receita de Escalda Pés

  • 3 litros de água fervente;
  • Água fria o suficiente para temperar;
  • 1 colher de sopa de sal grosso.

Essa é a base simples do escalda pés, mas pode utilizar óleos essenciais para potencializar seus  efeitos, eu gosto muito de utilizar o óleo essencial de capim limão.

Mas se não tiver, pode colocar a erva mesmo na água fervente antes de temperar com a água fria.

Eu espero levar muita coisa do que está acontecendo durante o isolamento pra vida, como não querer resolver tudo sozinha e respeitar o tempo do outro.

E assim vamos, nos organizando, cuidando da sanidade mental e torcendo para que logo tenha vacina para todos e o isolamento por fim, terminar.

Agora se cuida e se quiser ganhar uma renda extra para ampliar ainda mais teu autocuidado:

CTA para clicar e revender no post de mulher cansada trabalhando em casa.

Raquel Braga

Raquel é terapêuta ayurveda com mais de uma década de experiência e está com a gente na Caule e no Ecosalão há mais de cinco anos. Apaixonada por saude e beleza natural.